Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

Pisp: veja o que é, como funciona e seus diferenciais

Pisp: veja o que é, como funciona e seus diferenciais

Compartilhar:

Todo empresário preza a garantia do equilíbrio financeiro dos negócios. Sem dúvidas, há uma preocupação diária com o funcionamento do caixa e com o consequente aumento de renda. Por isso, é importante conhecer alguns mecanismos para proteger seu patrimônio, assim como os bens do seu cliente.

Você já ouviu falar no PISP? Essa é uma forma muito interessante de oferecer segurança no momento de fechar uma compra! Continue a leitura e entenda o que é, como funciona e quais são os diferenciais desse método.

O que é o PISP?

O PISP é a sigla em inglês para “Payment Initiation Service Provider“, que em português significa “Provedor de Serviços de Iniciação de Pagamentos”.

Trata-se de um tipo de provedor de serviços financeiros que permite a realização de transações diretamente a partir de contas bancárias. É uma maneira de não passar por intermediários, como as operadoras de cartão de crédito.

Ou seja, os PISPs trazem a possibilidade de os compradores fazerem compras online sem a necessidade de inserir as suas informações.

Eles são regulamentados pela Autoridade Bancária Europeia (EBA) e pela Diretiva de Serviços de Pagamento da União Europeia (PSD2). Esses órgãos estabelecem requisitos de proteção dos dados pessoais e bancários para garantir que as transações sejam realizadas com confiança.

Como ele funciona na prática?

Quando alguém deseja pagar um comerciante ou um prestador de serviços, é possível escolher o PISP como opção para o acerto.

O processo geralmente começa ao acessar o site do comerciante e selecionar a opção de pagamento por PISP. Em seguida, é solicitado que o consumidor faça login em sua conta bancária online para autorizar a transação.

Uma vez autorizada, o PISP se comunica diretamente com a instituição econômica para iniciar a transferência de fundos para o comerciante.

Normalmente, há uma taxa pelo serviço, que pode ser cobrada do consumidor, do comerciante ou de ambas as partes. Essa questão vai depender muito do acordo entre as partes envolvidas.

Como implementar o PISP nas empresas?

A implementação pode ser um processo complexo e requerer uma análise detalhada dos requisitos regulatórios, de segurança e de tecnologia envolvidos. Por isso, separamos alguns passos que podem ajudar você nesse investimento.

Identificar a necessidade e a viabilidade

Antes de executar, é fundamental avaliar se há uma necessidade real de oferecer essa opção e se ela é viável tecnicamente e monetariamente. Sobretudo, entenda que a tecnologia assumiu um grande papel nas relações comerciais e trouxe muitas facilidades para os gestores!

Selecionar um provedor de serviços

Se forem identificadas a necessidade e a viabilidade, é válido selecionar um provedor de serviços confiável e que atenda aos requisitos regulatórios. Escolha empresas experientes no ramo e que ofereçam um serviço de qualidade.

Cumprir com os requisitos regulatórios

A empresa deve garantir que cumpre com todos os requisitos regulatórios para oferecer o PISP aos seus clientes. É importante ressaltar, inclusive, que precisa estar em conformidade com a EBA e a PSD2.

Integrar o PISP ao sistema orçamentário

O estabelecimento deve integrar o PISP ao seu sistema, garantindo que os dados e as transações sejam protegidos. Assim, as informações podem ser transferidas de forma amparada.

Testar e implementar

Após a integração, a corporação deve testar e validar o sistema antes de disponibilizá-lo aos usuários. Deve-se garantir que o sistema esteja funcionando corretamente para o uso adequado.

Comunicar aos clientes

É muito importante cientificar as pessoas sobre a disponibilidade do PISP e como utilizá-lo. A empresa deve fornecer informações claras e precisas sobre processamento, taxas envolvidas e outros dados relevantes.

Cabe lembrar que o investimento no PISP como modo de pagamento pode variar de acordo com a empresa e com o provedor de serviços escolhido. É recomendável buscar orientação especializada para garantir que todos os requisitos sejam cumpridos e que a implementação seja bem-sucedida.

Quais são os diferenciais do PISP?

Existem alguns diferenciais em relação a outras técnicas presentes no mercado. Confira alguns pontos relevantes desse investimento:

  • segurança: é um dos principais pontos positivos, já que a proteção de dados é algo assegurado pela lei;
  • agilidade: o processo é mais rápido e eficiente, pois elimina a necessidade de intermediários;
  • custos reduzidos: como não há intermediários, os custos das transações são geralmente menores em comparação com outros meios de compensação;
  • acesso direto à conta: o PISP permite que o consumidor faça a quitação diretamente da sua conta bancária, o que pode ser mais conveniente e seguro;
  • facilidade de uso: o processo é geralmente fácil e intuitivo, pois pode ser feito por meio de um aplicativo ou site;
  • maior controle do consumidor: ele consegue ter mais controle sobre as suas transações. Dessa maneira, é possível visualizar todas as transações realizadas diretamente em sua conta bancária.

Como escolher uma boa empresa de soluções de pagamento?

Escolher uma boa empresa em soluções de pagamento pode ser uma tarefa desafiadora. No entanto, existem algumas considerações importantes que você pode levar em conta na hora de tomar sua decisão. Mas uma coisa é certa: com o Pix e o PISP trabalhando em conjunto, seu negócio pode oferecer experiências incríveis para a clientela.

Portanto, escolha uma organização com sistemas confiáveis e robustos, que garantam que as transações sejam processadas sem interrupções ou falhas. Pesquise muito também sobre a reputação da empresa na internet e leia avaliações de outras pessoas. Dessa forma, você conseguirá optar por um serviço confiável e com boas referências.

Além disso, veja se a empresa oferece um bom suporte ao cliente, para que ele possa obter ajuda em caso de problemas ou dúvidas. Assim, o aumento das vendas será uma consequência!

O PISP pode, sim, impulsionar as suas vendas, já que oferece uma forma rápida e conveniente de fechar as compras. Sem dúvidas, é uma excelente maneira de fomentar o aumento de receita e, ao mesmo tempo, ficar despreocupado com fraudes.

Agora que você já sabe o que é o PISP, não perca a oportunidade de melhorar a saúde financeira do seu negócio com essa tecnologia inovadora! Gostou do post? Então, curta a nossa página no Facebook para ter acesso a outros conteúdos interessantes!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.