BLOG

Como funciona o recebimento de pagamentos no débito?

Como funciona o recebimento de pagamentos no debito

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Pensando em diversificar os meios de pagamento da sua loja? Se a resposta para essa pergunta for “sim”, o débito talvez seja uma das opções que cruzou sua mente. Nesse modelo, o dinheiro é descontado imediatamente da conta do usuário.

É diferente do crédito, em que o pagamento costuma ser feito em até um mês após a compra. O débito é útil justamente porque é uma opção acessível aos clientes com conta corrente. Para isso, é preciso que o cliente tenha um saldo disponível.

A ideia pode ser colocada em prática com uma máquina de pagamento. O propósito do texto é explicar sobre o tema, como funciona o recebimento de pagamentos no débito e como tirar o melhor proveito dessa função em seu negócio. Vamos lá?

O que são pagamentos em débito?

Os pagamentos em débito são transações imediatas. Isso significa que, se não há saldo nas contas, os pagamentos não são aprovados. A exceção é o cheque especial, a partir de uma linha de crédito. Nesse caso, o banco “empresta” dinheiro.

Isso faz com que o débito conte com um grupo muito grande de adeptos. A razão é o fato de ser um dos meios de pagamento mais fiéis ao dinheiro físico. Por isso, não há análise de crédito ou preocupação com faturas.

O débito também pode acontecer de forma automática. Nesse caso, funciona com a autorização do usuário para que o valor cobrado em alguma conta recorrente seja pago mensalmente de forma programada e direta pelo banco. Por exemplo, conta de água, luz e internet.

Como funciona esse modelo?

Diferentemente do crédito, o débito só permite pagamentos à vista, ou seja, “tudo de uma vez”. O parcelamento não é possível porque o dinheiro sai da conta na hora da compra, sem ser “emprestado” por uma instituição intermediária. Aqui, você não precisa esperar o fechamento de uma fatura para quitar uma conta.

O modelo costuma atender clientes mais preocupados com a segurança. Isso porque as transações exigem uma senha de quatro dígitos. A fraude é mais incomum do que, por exemplo, com cartões de crédito — em que o vazamento do código de segurança pode gerar problemas.

O mesmo vale para o meio em relação ao dinheiro físico. Isso porque a quantia fica armazenada na conta, se tornando viva apenas na hora do saque. Ainda assim, a necessidade de garantir saldo faz com que a diversificação sempre seja a melhor opção para os comerciantes.

Qual é a diferença entre débito e crédito?

A principal diferença entre os dois modelos é a forma como o dinheiro é subtraído da conta. Se no débito isso depende de uma transação na hora da compra, o crédito segue o modelo de um empréstimo.

O termo “crédito” geralmente é associado ao dinheiro disponibilizado agora, mas com pagamento depois. Isso não se aplica unicamente ao cartão. Na hora de financiar uma casa, por exemplo, você faz uso de um tipo de crédito.

Esse meio nem sempre é acessível à população. A razão é o risco de inadimplência, exigindo análises para saber se os clientes são bons pagadores. Alguns desses créditos são sujeitos aos juros, uma forma de cobrir a inflação e “pagar” o banco por emprestar o dinheiro ao cliente.

Por que vale a pena disponibilizar essa opção?

Aceitar cartões de débito costuma trazer algumas vantagens para os comerciantes. A primeira é a comodidade para o consumidor. Já imaginou se os clientes precisassem sacar dinheiro sempre que fossem comprar alguma coisa na sua loja?

Essa é uma das razões pelas quais as compras online crescem tanto. Muitas pessoas simplesmente não andam com dinheiro vivo, e as possíveis vendas acabam ficando para trás.

O aumento das vendas é um efeito concreto do uso de cartão, chegando a simbolizar mais da metade das transações em algumas pesquisas. Ainda há a praticidade do cliente, já que não é preciso mais contar notas e esperar o troco.

Por que o pagamento facilitado pode ser uma boa ideia?

O pagamento facilitado é um ponto que influencia diretamente na experiência do cliente. Se há muitas opções, o consumidor tende a escolher a mais conveniente. Assim, a variação pode ser uma forma de evitar as desistências no caixa.

Em alguns nichos, os clientes preferem meios que são predominantemente fornecidos pelas máquinas de pagamento. Um exemplo é o de eletrodomésticos, em que a maior parte dos clientes aposta no crédito. Itens de consumo imediato, por sua vez, têm a preferência no débito.

O pagamento facilitado também é útil para favorecer as ações complementares. Por exemplo, por meio de estornos ou chargebacks. Desse modo, você passa a lidar melhor com insatisfações dos clientes.

Como explorar novos meios de pagamento?

Você pode começar a abrir mão do débito e a explorar novos meios de pagamento apostando em uma máquina. Por meio dela, é possível contar com uma gestão financeira um pouco mais elaborada, graças aos extratos. A facilidade para os clientes aparece na praticidade de carregar um cartão, em vez de dinheiro ou cheque.

Uma das vantagens das máquinas é a diminuição da inadimplência. Isso porque, ao depender de um sistema de bancos e instituições financeiras, os dispositivos garantem o pagamento com confiabilidade. Algumas soluções de pagamento recorrente ainda são úteis para estabelecimentos como academias e escolas.

Para contar com uma máquina, o ideal é ter um CNPJ ativo e contar com o CNAE definido. A razão é o fato de influenciar na forma como a empresa é tributada. Mas empresas como a Granito também permitem a negociação com o CPF. Por isso, vale conferir as regras da fornecedora.

O pagamento em débito é uma das formas de garantir a previsibilidade financeira e assegurar os recebíveis. Os valores são uma obrigação das operadoras e dão a possibilidade de fazer estimativas mais seguras.

Se você quer apostar no débito, a Granito conta com vários tipos de máquinas para você, basta escolher a ideal para o seu negócio. Desde a mPOS, um modelo mais econômico e portátil, até a SmartPOS, um dispositivo completo com sistema Android.

A Granito tem um atendimento personalizado e um suporte técnico 24 horas, além do acesso à conta digital e recursos como a divisão de vendas. Para saber mais, entre em contato com a gente!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.