BLOG

Afinal, como criar vantagem competitiva para o seu negócio?

vantagem competitiva

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

Embora o termo vantagem competitiva seja popular no mundo do empreendedorismo, nem sempre os empreendedores têm uma percepção real do que significa. Mas é o conceito que convence as pessoas do valor do que você produz.

A ideia funciona como um ativo, podendo ser tangível ou intangível, que torna seu produto ou serviço mais atraente para o público. Por isso, é importante principalmente nos cenários em que há muita concorrência.

A complexidade da vantagem competitiva faz com que seja difícil de ser copiada e, por isso, mais valiosa. O objetivo do post é contar o que significa o termo, qual é a sua importância e como criar esse tipo de vantagem para o negócio. Fique por dentro!

O que é vantagem competitiva?

A vantagem competitiva é o traço que faz com que sua empresa supere a concorrência. Pode ser uma alta barreira de entrada, um conjunto de profissionais muito qualificados, uma boa localização, um acesso privilegiado a certos recursos naturais e por aí vai. Essa alavancagem não é implementada simultaneamente por concorrentes.

Autores como Michael Porter defendem que só existem dois tipos de vantagens em termos de preço: a de custo e a de diferenciação. Na primeira, a empresa oferece um produto mais barato, enquanto na segunda, os produtos são mais caros e têm melhor qualidade. A vantagem competitiva é um dos principais fatores por trás da fidelidade dos consumidores.

Geralmente, a vantagem competitiva depende de uma proposta de valor convincente. É nela que os benefícios são anunciados e prometidos pela empresa. A ideia se dá dentro da estratégia competitiva, um plano de longo prazo feito para conseguir proveito em relação aos concorrentes.

Como a vantagem competitiva funciona?

Se a estratégia competitiva for bem implementada, a tendência é contar com um desempenho superior, facilitando a superação da concorrência. Isso significa que o planejamento de negócios e os recursos cumprem um papel importante. Uma das formas de buscar isso é por meio das “estratégias genéricas”.

O termo “genérico” é usado porque as estratégias se aplicam a todo tipo de negócio. Assim, o primeiro modelo é o de liderança de custos, em que a empresa produz um produto mais barato do que as outras. O segundo é o de diferencial, em que os produtos são diferentes ou de mais qualidade do que os dos concorrentes.

Já o terceiro é o de foco, em que não se produz necessariamente um produto melhor ou de mais qualidade do que os concorrentes, mas um mais específico. A ideia dessa estratégia é focar em um grupo específico de consumidores em vez de tentar atingir todo mundo. Um termo popular para essa estratégia é “segmentação”.

Qual é o papel do posicionamento?

O posicionamento gera vantagem competitiva a partir da criação da melhor percepção do público sobre sua marca em relação às concorrentes, ou seja, o lugar que ocupa na mente do público. Para essa diferenciação acontecer, é preciso enfatizar os traços distintivos da empresa. O conceito inclui o significado carregado pela missão do negócio.

Funciona como uma estratégia de branding e é uma espécie de definição do produto. Assim, relaciona-se com o valor percebido, a diferença entre os benefícios e os custos do que o consumidor está prestes a consumir. A vantagem competitiva também depende de itens como a identidade corporativa.

Essa identidade revela a forma como uma marca se apresenta ao público. Geralmente, envolve branding, design de produtos, relações públicas etc. Nesse caso, detalhes simples e tangíveis, como logotipo, nome, fontes e paleta de cores, fazem parte dessa definição.

Como criar vantagem competitiva para a empresa?

Um modelo de negócios pode ficar em risco ao lidar com fatores como aumento da concorrência e entrada de novos produtos no mercado. Por isso, vale ficar de olho em algumas ideias para ter vantagem competitiva, como as dos próximos tópicos.

Escolha uma ou duas estratégias genéricas

Você pode abordar o mercado apostando em um preço menor do que o da concorrência ou investindo em qualidade para sustentar um preço mais alto. O mesmo vale para o escopo, em que é possível apostar em uma estratégia específica e segmentada ou tentar atrair os tipos mais variados de consumidores.

Crie um bom posicionamento

É possível apostar em um posicionamento funcional, com produtos feitos para resolver problemas e trazer benefícios, simbólico, com soluções que trabalham com o senso de pertencimento, autoimagem e sentido social, e experimental, que foca em criar uma experiência positiva para o cliente.

Analise as estratégias da concorrência

Já parou para reparar no que os seus concorrentes estão fazendo? Entender como as empresas que disputam seu mercado agem é útil para saber se você está ficando para trás. Aqui, você pode colher informações complementares por meio de uma pesquisa de mercado e descobrir quais são as marcas estabelecidas e os negócios emergentes.

Melhore o relacionamento com o cliente

Se você quer garantir que o público volte a fazer negócios com a empresa, pode pensar em como melhorar o relacionamento em longo prazo. Você pode usar estratégias como o NPS (Net Promoter Score), uma escala que mede o grau de satisfação do público. Programas de fidelização e canais abertos de atendimento também são boas opções.

Não descarte as promoções

As promoções podem fazer parte de uma estratégia genérica de liderança de custos e atrair os clientes a partir dos preços. Vale elaborar um estudo para encontrar as políticas que fazem diferença. O ideal é contar com um objetivo em mente. Por exemplo, aumentar as vendas ou conseguir mais público em um período de baixa.

Criar vantagem competitiva pode parecer algo banal pelo excesso de uso do termo, mas é uma tarefa complexa que exige estratégia. Vale ter em mente que o conceito não é estático. Isso significa que, se os concorrentes compartilharem a mesma vantagem, você pode precisar de outra.

Você pode perceber que uma vantagem competitiva existe quando um traço do negócio é sedutor o suficiente para atrair clientes indecisos. Assim, contribui para a atração e a fidelização do público, além de melhorar as chances de uma boa lucratividade.

Além da vantagem competitiva, você precisa aprender sobre outros pontos que definem um bom empreendedor. A Granito Pagamentos tem vários conteúdos sobre empreendedorismo e finanças. Confira os posts seguindo a marca no LinkedIn, Instagram e no Facebook!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.