Menu
Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

O que você precisa saber para fazer o planejamento empresarial do próximo ano

planejamento empresarial proximo ano

Compartilhar:

Conforme o novo ano se aproxima, há necessidade de desenvolver o planejamento empresarial do próximo ciclo. Definir estratégias, estabelecer metas e identificar indicadores relevantes são ações cruciais para manter sua empresa lucrativa e capaz de lidar com a concorrência.

Além disso, vale a pena repassar algumas melhorias que podem ser implementadas a fim de aumentar a satisfação do cliente. Esse tipo de cuidado contribui para a fidelização, bem como para a longevidade da marca.

Se você quer saber quais são os principais passos para criar um planejamento adaptado para sua realidade, continue a leitura e confira nossas dicas!

O que é planejamento empresarial?

O planejamento empresarial nada mais é do que um processo estratégico crucial que envolve a definição de metas e objetivos, além da análise do ambiente externo e interno da organização e a criação de um plano de ação para alcançar esses objetivos de maneira eficaz.

Ele abrange diversas áreas do negócio, como finanças, marketing, recursos humanos e operações. Além disso, acaba proporcionando uma visão abrangente do caminho que a empresa pretende seguir.

Fazer o planejamento empresarial não apenas oferece direção e foco, como também possibilita uma alocação eficiente de recursos, ajudando a identificar oportunidades e antecipar desafios.

Para que serve?

Esse conceito de gestão empresarial tem um papel muito importante na hora de orientar os gestores para alcançar os melhores resultados possíveis. Ele serve como um guia para as ações presentes e futuras, fornecendo um quadro estruturado para a tomada de decisões.

Por exemplo, a partir da definição clara de metas, torna-se possível alocar os recursos da empresa com mais eficiência. Além do mais, serve para minimizar riscos e coordenar os esforços do negócio.

Em última análise, o planejamento empresarial contribui para a adaptabilidade da organização diante das mudanças no ambiente de negócios, promovendo sua competitividade e sustentabilidade a longo prazo.

Quando um planejamento empresarial é feito?

O planejamento empresarial pode ser feito para diferentes períodos, abordando o curto, o médio e o longo prazos. Em geral, ao iniciar a empresa, é elaborado um plano estratégico para guiar as ações.

Também é muito comum realizá-lo no final de ano, estabelecendo os objetivos e as ações que serão adotados no ano seguinte. Esse processo é seguido pelo planejamento tático, que estabelece objetivos específicos para cada área funcional e define as ações a serem tomadas para atingi-los.

Vale lembrar que é fundamental revisar e ajustar o planejamento empresarial regularmente, considerando mudanças no mercado, na tecnologia e no ambiente interno da empresa. Esse cuidado é essencial para garantir a sua relevância e eficácia ao longo do tempo.

Qual é a importância de fazer para o próximo ano?

Agora que você já sabe para que serve o planejamento empresarial, que tal descobrir alguns motivos pelos quais você deve fazê-lo para o próximo ano? Explicamos os principais em mais detalhes, a seguir. Continue lendo e confira!

Melhora a visão do negócio

A primeira grande razão para investir em um planejamento estratégico é que ele fornece uma estrutura clara para estabelecer metas a longo prazo, criando uma visão compartilhada que serve como guia para a organização.

Assim, fica mais fácil alinhar as equipes em direção a objetivos comuns do negócio. Além disso, ajuda a promover um foco contínuo em resultados sustentáveis, melhorando a estabilidade e a resiliência da empresa ao longo do tempo.

Ajuda a alocar os recursos

Fazer uma boa alocação do dinheiro da empresa é indispensável para ter ótimos resultados e se destacar no mercado de atuação. Nesse sentido, o planejamento empresarial é um grande aliado.

Por exemplo, nesse documento, você consegue elencar quais são as prioridades e, assim, pode destinar mais recursos para atingir tais objetivos. Além disso, o planejamento evita desperdícios, identifica áreas-chave de investimento e maximiza o uso dos talentos e habilidades dos colaboradores, promovendo um ambiente mais produtivo.

Permite encontrar riscos e oportunidades

O planejamento empresarial envolve realizar a análise de cenários, tanto internamente, quanto do ambiente externo. Esse tipo de ação é um ótimo meio de antecipar desafios e encontrar oportunidades para melhorar os resultados da empresa.

Assim, torna-se simples desenvolver estratégias para mitigar riscos e capitalizar oportunidades. Consequentemente, a organização se torna mais ágil e capaz de responder prontamente às mudanças no ambiente de negócios, mantendo uma vantagem competitiva.

Aumenta a satisfação dos clientes

Encontrar maneiras de aumentar a satisfação e a fidelização de clientes é indispensável. Afinal, conquistar novos compradores tende a ser mais caro do que manter os que já conhecem e confiam em seu negócio.

Nesse sentido, ao incorporar uma compreensão profunda das necessidades e expectativas dos clientes no processo de planejamento estratégico, é possível alinhar suas estratégias para oferecer produtos e serviços que verdadeiramente atendam às demandas do mercado e aumentem a satisfação.

Auxilia a ter flexibilidade

É preciso ter flexibilidade para ajustar as estratégias e garantir uma resposta rápida para as mudanças no ambiente de negócios. Para ter essa agilidade, o planejamento estratégico empresarial desempenha um papel crucial.

Por exemplo, ao fazer revisões regulares, esse plano permite adaptações de maneira eficiente a novas condições. Essa flexibilidade é relevante para enfrentar desafios e aproveitar as oportunidades, evitando que o negócio fique para trás dos concorrentes.

Como fazer um planejamento empresarial para o próximo ano?

Ao entender a importância de se programar, fica ainda mais fácil colocar as estratégias de planejamento empresarial em prática. Veja, a seguir, quais os principais passos para ter sucesso no próximo ano.

Faça um diagnóstico da empresa

Toda mudança no dia a dia da sua marca deve ser precedida de um cauteloso diagnóstico empresarial. Por meio dele, você entende a situação atual, levanta dados financeiros relevantes, estabelece pontos fortes e fracos, além de avaliar o desempenho de produtos ou serviços no mercado.

Essa etapa serve para trazer clareza sobre o que é mais urgente dentro das melhorias para o ano seguinte. Por isso, analise seus registros de vendas, avalie os custos operacionais e fique de olho no feedback dos clientes, especialmente aqueles que deixaram avaliações online no Google.

Trace metas e objetivos

A partir do que foi observado no diagnóstico inicial da empresa, você consegue estabelecer metas claras e possíveis. Elas podem ser definidas com base no objetivo central da marca.

Para quem está vivendo um momento de expansão dos negócios, o enfoque está no aumento das receitas, na ampliação das margens de lucro ou na expansão na produção. Já para aqueles que estão em fase de reestruturação, o foco pode estar em reduzir custos, alcançar novos clientes e aumentar os índices de fidelização.

O mais importante é que as metas sejam alinhadas com a realidade, pois, ao estabelecer valores inalcançáveis, toda a equipe pode ficar desmotivada. Confira a metodologia chamada metas SMART para criar objetivos de maneira mais eficiente no seu planejamento

Conheça o público

O público de uma empresa é um organismo vivo em constante transformação. Mesmo com uma grande parcela de pessoas fidelizadas, seus objetivos e desejos costumam mudar com o tempo. Isso significa que há necessidade de revisar constantemente o que se sabe sobre o público.

Isso pode ser implementado por meio de pesquisas de mercado, análise do comportamento de compra e pelas interações nas redes sociais da marca. Você pode perguntar diretamente para os clientes e seguidores da empresa quais mudanças eles gostariam de ver, quais produtos poderiam ser incorporados e que tipo de demandas a empresa ainda não atende.

Fique por dentro das tendências

Acompanhar as novidades do mercado é fundamental para ficar de olho em lançamentos, novos produtos ou serviços que podem ser incorporados ao seu portfólio. As tendências podem estar ligadas diretamente à sua atividade ou a outros aspectos significativos para o cotidiano da empresa.

Tecnologias de atendimento ao cliente, chatbot, máquinas para o recebimento de pagamento e demais ferramentas desse tipo podem causar grandes melhorias no relacionamento com os clientes.

Para conhecê-las, basta participar de eventos em sua área, acompanhar blogs de empreendedorismo e ficar de olho nas redes sociais de pessoas que são referência no seu segmento.

Análise dados

A tomada de decisão empresarial demanda dados e registros sólidos para que haja inteligência nas estratégias. Isso significa que nenhuma ação é adotada com base em palpites ou sugestões da liderança.

Usar ferramentas para a análise de dados é imperativo para obter insights valiosos. Especialmente no que se refere ao registro de pagamentos, vale a pena contar com informações históricas sobre as vendas, volume total, margem de lucro e demais registros importantes sobre o seu resultado financeiro.

Além disso, também é necessário avaliar dados sobre investimentos, tais como o montante aplicado nas estratégias de marketing, o total usado para a formação de estoque e as demais escolhas que exigem capital da empresa.

Defina planos de ação

Depois de passar por cada uma das fases anteriores, você conta com todas as informações necessárias para colocar as estratégias em prática. Agora é hora de elaborar um plano de ação que respeite as metas, esteja em conformidade com as análises e consiga implementar as melhorias identificadas como necessárias.

Para empresas de médio porte, pode ser válido criar planos de ação individualizados, tal como um plano para o relacionamento com o cliente, um para as estratégias de marketing e outro para a gestão das finanças.

Já para micro e pequenas empresas, vale a pena criar uma versão simplificada desse plano de ação, mas que contemple cada um desses tópicos. Se você está em busca de ampliar clientes por meio de canais digitais, então um bom plano de ação seria criar um e-commerce, investir em mídias sociais e parcerias online.

Acompanhe indicadores

Para trazer mais objetividade em suas avaliações sobre o plano de ação, é valoroso determinar indicadores de desempenho, KPIs, para monitorar o progresso da empresa em relação às metas estipuladas.

Existem diversos tipos de indicadores que avaliam desde os aspectos mais objetivos, tais como os registros financeiros, até os mais subjetivos, como o grau de satisfação do cliente. Assim, os mais comuns para usar são indicadores de desempenho, eficiência, gestão, projeto, performance e satisfação do cliente.

Revise o planejamento constantemente

A partir do acompanhamento dos indicadores, você consegue ter uma boa noção de como a empresa está desempenhando. Por exemplo, se ela está longe de atingir as metas que foram estabelecidas, é possível ajustar as ações para que os resultados apresentem melhorias.

Por isso, além de usar as métricas-chave, é significativo acompanhar e revisar o planejamento que foi elaborado de maneira constante. Assim, fica mais simples ajustar as estratégias para chegar ao que foi planejado.

Como a tecnologia pode ajudar?

Usar a tecnologia para fazer o planejamento estratégico permite aprimorar todas as etapas que foram destacadas anteriormente. Por exemplo, com o uso de boas ferramentas, você consegue coletar e analisar dados com muito mais eficiência.

Além disso, há soluções que permitem realizar a emissão de relatórios, fundamentais para tomar decisões embasadas e mais assertivas, potencializando a performance da sua companhia.

Há, ainda, sistemas de gestão de projetos que promovem a coordenação eficiente entre equipes, especialmente em ambientes de trabalho remotos. Por fim, vale destacar que a automação de processos ainda pode ajudar a otimizar tarefas operacionais, liberando tempo para atividades mais estratégicas.

Quais são os cuidados indispensáveis?

Existem alguns cuidados indispensáveis que devem ser considerados na hora de fazer o planejamento empresarial, como:

  • envolva as partes interessadas — é preciso que todos na empresa participem, desde líderes até membros da equipe, para garantir uma compreensão abrangente e um comprometimento generalizado;
  • faça uma análise ambiental detalhada — deve-se abordar fatores internos e externos, visando a identificar oportunidades e ameaças;
  • tenha clareza na metas — ajuda a fazer a alocação eficiente de recursos para garantir flexibilidade para adaptações;
  • conte com parceiros — ter ajuda de especialistas e de soluções apropriadas permite otimizar o planejamento e alcançar ótimos resultados.

Ao entender a importância do planejamento empresarial, fica mais fácil ajustar as estratégias da sua empresa, a fim de alcançar sucesso no nicho escolhido para atuar. Além disso, esse plano permite aproveitar as oportunidades que surgem e, assim, manter a companhia competitiva e com lucros maximizados.

Gostou do artigo e quer ler mais conteúdos como este? Então, siga-nos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn e fique por dentro das novidades!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.