Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

Fique por dentro das expectativas para o mercado de turismo

turismo granito (1)

Compartilhar:

A OMS decretou o início da pandemia de Covid-19 há poucos anos. As fronteiras se fecharam, e os voos foram cancelados. Isso acertou o mercado de turismo em cheio. Ele teve um prejuízo de 4,5 milhões de dólares no mundo.

As demissões foram massivas. Só que, com o avanço da vacinação, o mercado se recuperou. Com o fim da crise, o setor registrou crescimento. As empresas também precisaram mexer-se para diminuir o prejuízo. O segmento penetra até nas comunidades.

Os hotéis abriram espaço para o público corporativo, que viajava mesmo durante a pandemia. Hoje, o setor é mais robusto. As empresas têm alternativas para sobreviver com a queda nas viagens. Veja as expectativas para o mercado de turismo nos próximos tópicos.

Como o mercado de turismo funciona?

O mercado de turismo faz parte do setor de serviços. É uma fonte de receita para várias regiões, às vezes, para países inteiros. É uma atividade que influencia a vida social e cultural dos países. 

Ele traz renda a partir da compra de bens e serviços, representa 30% do comércio mundial de serviços. Também é um empregador forte no setor de serviços. De acordo com alguns estudos, viajar é benéfico para a mente, traz bem-estar, criatividade, abertura a novas experiências, estabilidade emocional e extroversão.

Entre os serviços que se beneficiam do turismo, estão:

  • lojas;
  • comércios de souvenirs;
  • restaurantes;
  • hotéis;
  • resorts;
  • hostels;
  • shopping centers;
  • táxis;
  • transporte por aplicativo;
  • companhias aéreas;
  • cruzeiros;
  • locais de música;
  • parques de diversão;
  • aluguéis de carro;
  • teatros;
  • festivais.

Como é o mercado de turismo no Brasil?

O Brasil é o segundo principal destino turístico da América do Sul. Ele também atrai uma população grande de turistas internos. As principais atrações são as naturais. Isso faz com que o país se destaque no ecoturismo e no turismo recreativo.

O turismo interno é popular, chegando a 59 milhões de pessoas viajando pelo país. Os recursos naturais, junto aos sítios de Patrimônio Mundial, destacam o país em índices como o TTCI. 

As praias, dunas e florestas são pontos chamativos no Brasil. No entanto, o país ainda sofre críticas por uma infraestrutura subdesenvolvida de transporte. Os problemas incluem a má qualidade das estradas e do transporte aéreo, a falta de competitividade nos preços e os problemas com a segurança. 

Quais são os problemas de turismo no Brasil?

Belezas naturais, diversidade cultural e festas fazem do Brasil um país com grande potencial. No entanto, uma investigação com pesquisadores de 17 instituições mostra que o país parou nos 6 milhões de turistas internacionais por ano. 

O crescimento na última década foi minúsculo, apesar de ter sediado uma Copa do Mundo e uma Olimpíada. O mercado de turismo brasileiro está abaixo do seu potencial, tendo como destaque os viajantes nacionais. O país ainda não aparece nas principais rotas de turismo global.

Entre as razões, estão:

  • imagem no exterior;
  • ausência de políticas para o turismo;
  • alta nos preços e problemas no transporte aéreo;
  • variação na qualidade dos serviços de turismo;

O estudo defende melhorias nas leis que regem a aviação brasileira.

Como o mercado de turismo se comportou nos últimos anos?

O mercado de turismo voltou a crescer depois da pandemia. Com a retomada das viagens, ele acumulou um faturamento de 121 bilhões entre janeiro e agosto de 2023. São 12 bilhões a mais do que o mesmo período no ano anterior.

A tendência é que o setor siga aquecido. Parte dos números alavancou-se com o retorno do mercado de turismo corporativo, em feiras e eventos. As transações no cartão de crédito cresceram 10% no setor.

No topo da lista, estão São Paulo e Rio de Janeiro. A maioria dos gastos no setor dá-se em hotéis. Uma boa parcela também vai para o aluguel de automóveis e as agências de turismo. A geração X lidera os gastos.

Quais são as expectativas para os próximos anos?

O mercado de turismo espera um 2024 melhor. Isso se deve a fatores como:

  • recuperação do poder de compra;
  • diminuição da inflação;
  • aumento da renda;
  • redução da taxa de juros.

O abrir e fechar das lojas também teve um saldo positivo. 

A alta dos lojistas chegou a 11%. A maioria das vagas de emprego vem do varejo. Se não houver nenhum imprevisto, 2024 será ainda melhor do que 2023. O asterisco vem do endividamento das famílias.

A maioria dos lares tem endividamento. O segmento de compras recorrentes está em um patamar positivo. Uma das razões é o fato de não depender da oferta de crédito. Já o varejo de bens duráveis é mais sensível às flutuações de juros.

Como aproveitar as oportunidades do setor?

A primeira dica para lucrar no mercado de turismo é intensificar parcerias. Combine varejo e hospedagem. Há oportunidades em áreas como:

  • beleza;
  • moda;
  • bem-estar;
  • musculação;
  • alimentação;
  • fitness.

Crie projetos para atender às necessidades dos empreendedores para os quais quer propor parcerias. Estude os nichos promissores. Pergunte-se sobre o que interessa um cliente de hotel ou um consumidor de souvenir. Esse exercício traz insights bons. Colha as queixas comuns de viajantes e reflita sobre como solucioná-las.

Uma reclamação comum em hotéis é a ausência de espaços para a prática de exercícios. Uma fornecedora de materiais esportivos poderia oferecer uma promissora proposta de parceria. 

Por que o turismo importa?

O turismo é um meio de transferência de renda. Quando turistas domésticos visitam a praia de Itapuã, por exemplo, não fazem só uma viagem. Eles transferem renda para a rede hoteleira de Salvador, geram receita aos restaurantes e aumentam os ganhos dos motoristas de aplicativo.

Isso faz com que gastem em Salvador o que conquistaram fora da cidade. Essa troca de receita entre as cidades e os estados é um grande gerador de empregos. Quem viaja costuma ter uma condição financeira melhor do que a de habitantes locais, fazendo com que o turismo seja um valioso meio de subsistência.

O mercado de turismo, portanto, dá sinais de otimismo. Apesar da retração que a Covid-19 provocou no setor, o avanço na vacinação voltou a fortalecê-lo. No entanto, ainda há muita margem para a melhoria na imagem internacional. 

Se você achou o tema do texto relevante, compartilhe nas suas redes sociais!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.