Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

Qual o custo de um funcionário CLT? Entenda aqui

custo funcionario granito

Compartilhar:

Para saber o custo de um funcionário CLT, é necessário considerar alguns fatores, como salários, encargos trabalhistas e benefícios.

Para todo empreendedor, é importante entender como funciona esse cálculo para elaborar corretamente a folha de pagamento, evitando problemas com o funcionário e, eventualmente, com a Justiça do Trabalho.

Prepararmos este post especialmente com essa finalidade. Continue a leitura e veja como calcular o custo de um funcionário CLT usando ferramentas e estratégias adequadas!

Quais são os componentes que formam o custo de um funcionário CLT?

Quando uma empresa contrata um colaborador, é importante entender os custos associados a essa contratação. O salário-base é apenas uma parte do custo total de um funcionário CLT. A empresa também deve considerar as contribuições para o INSS, FGTS, férias, 13º salário, seguro-desemprego, entre outros benefícios obrigatórios por lei.

Esses encargos representam uma parte significativa do custo de um funcionário CLT e devem ser levados em consideração ao calcular o impacto financeiro de uma contratação.

Além dos encargos legais, a empresa ainda deve refletir sobre outros custos indiretos associados à contratação, como o custo de espaço de trabalho, equipamentos, treinamento, benefícios adicionais, entre outros. Esses custos indiretos podem variar dependendo do cargo e das necessidades específicas do funcionário.

A seguir, confira mais detalhes sobre esses e outros componentes.

Salário-base

O salário-base é o valor acordado entre empregador e funcionário e é o ponto de partida para o cálculo do custo total.

É importante considerar não apenas o salário bruto, mas também os benefícios e as bonificações que fazem parte da remuneração.

Encargos sociais

O empregador também deve arcar com encargos sociais, que incluem INSS, FGTS, seguro contra acidentes de trabalho, entre outros. É fundamental incluir esses encargos no cálculo do custo total do funcionário.

Benefícios

Vale-transporte, vale-refeição, plano de saúde, seguro de vida, entre outros benefícios, também devem ser considerados no cálculo do custo do funcionário. Esses benefícios representam um custo adicional para a empresa e devem ser incluídos na análise.

Custo de um funcionário no regime Simples Nacional

Para compreender melhor o custo de um funcionário CLT no Simples Nacional, é importante considerar os encargos trabalhistas e os impostos que a empresa deve pagar. Vamos analisar um exemplo prático para ilustrar esses custos.

Suponhamos que uma empresa optante pelo Simples Nacional decida contratar um funcionário com salário de R$ 3.000,00. Nesse caso, os encargos trabalhistas com os quais a empresa terá que arcar são:

  • INSS: 20% sobre o salário do funcionário (R$ 600,00);
  • FGTS: 8% sobre o salário do funcionário (R$ 240,00);
  • férias: 8,33% sobre o salário do funcionário (R$ 250,00);
  • 13º salário: 8,33% sobre o salário do funcionário (R$ 250,00);
  • rescisão: 8% sobre o salário do funcionário (R$ 240,00)

Além disso, a empresa também terá que recolher os impostos referentes ao Simples Nacional, que variam de acordo com o faturamento mensal. Para simplificar, vamos considerar um faturamento mensal de R$ 10.000,00, o que resultaria em uma alíquota de 6% sobre a folha de pagamento. Portanto, o custo de um funcionário CLT para essa empresa seria:

  • salário do funcionário: R$ 3.000,00;
  • encargos trabalhistas: R$ 1.580,00;
  • impostos do Simples Nacional: R$ 180,00;
  • custo total: R$ 4.760,00.

Custo de um funcionário nos regimes Lucro Real e Lucro Presumido

O cálculo de custo de funcionário CLT no regime Lucro Real/Lucro Presumido envolve diversos elementos, como salário, encargos sociais, benefícios e provisões. Confira um exemplo:

1. salário mensal: R$ 5.000,00

2. encargos sociais:

  • INSS (alíquota de 20%): R$ 1.000,00;
  • FGTS (8%): R$ 400,00.

3. provisões mensais:

  • 1/12 do 13º salário: R$ 416,67;
  • férias (1/12 do terço constitucional): R$ 41,67.

4. benefícios:

  • vale-transporte (6% do salário): R$ 300,00;
  • vale-alimentação (valor variável): R$ 200,00.

5. custos adicionais:

  • licença maternidade (variável): caso se aplique;
  • adicional de insalubridade ou periculosidade (variável): caso se aplique.

Dessa forma, o custo total mensal é calculado somando-se todos os valores referentes ao salário, encargos, provisões e benefícios:

  • 5000 + 1000 + 400 + 416,67 + 41,67 + 300 + 200 = R$ 7.358,34

Lembre-se de que outros fatores podem impactar esse cálculo, e é sempre recomendável consultar um contador para obter informações mais precisas e específicas para a situação da empresa.

Quais estratégias e ferramentas podem ser usadas para o cálculo?

Felizmente, existem diferentes estratégias e ferramentas práticas que podem auxiliar no cálculo de custo de funcionário CLT.

Calculadora

Uma das maneiras mais simples de calcular o custo de um funcionário CLT é utilizando uma calculadora online, que é um software especializado.

Existem várias opções disponíveis na internet que permitem inserir informações como salário bruto, benefícios, encargos trabalhistas, entre outros, para obter o custo total do colaborador para a empresa. Essas calculadoras são úteis para ter uma estimativa rápida e precisa do custo de um funcionário.

Excel

Outra ferramenta bastante utilizada para realizar o cálculo de custo de funcionário CLT é o Microsoft Excel. Com suas funcionalidades avançadas de planilhas, o Excel permite criar fórmulas personalizadas para calcular todos os gastos relacionados à contratação de um colaborador. Além disso, é possível criar gráficos e relatórios detalhados para uma análise mais aprofundada.

Ao utilizar o Excel para calcular o custo de um funcionário CLT, é importante considerar todos os elementos que compõem esse custo, como salário, benefícios, encargos sociais, impostos, férias, 13º salário, entre outros. Dessa forma, é possível ter uma visão abrangente de todos os gastos envolvidos na contratação de um colaborador.

Contador

Além das calculadoras online e do Excel, também é recomendável consultar um contador ou especialista em recursos humanos para garantir que todos os aspectos legais e tributários estão sendo considerados no cálculo de custo de funcionário CLT.

Esses profissionais podem oferecer orientações específicas de acordo com a realidade da empresa, garantindo maior precisão nos cálculos.

A gestão correta do cálculo de custo de funcionário CLT está relacionada à gestão financeira, à gestão tributária e à gestão de recursos humanos da empresa. Ela permite que a organização se mantenha competitiva no mercado, na medida em que promove a conformidade com a legislação trabalhista e melhora o relacionamento com os funcionários.

Sabemos que manter o controle sobre as finanças não é uma tarefa fácil. Certos erros podem gerar graves prejuízos, perigosos até para a sobrevivência do negócio. Prepare-se para uma boa gestão financeira e avalie 10 principais desafios do setor e de que forma é possível superá-los!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.