Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

Você sabe como funciona o pagamento por aproximação? 

pagamento por aproximação

Compartilhar:

Os antigos sistemas de espionagem soviéticos usados durante a Segunda Guerra Mundial anteciparam o RFID — o sistema de radiofrequência que originou tecnologias variadas, como o pedágio automático, a localização de bagagem no aeroporto e o pagamento por aproximação.

Esse último funciona com base no “NFC”, uma sigla para “comunicação de campo próximo”. A ideia traz praticidade para quem só quer carregar o celular na rotina ou usar o cartão sem digitar a senha.

O objetivo do texto é apresentar o pagamento por aproximação. Você vai ver como ele funciona, qual o nível de segurança, como usar o cartão por aproximação, quais cuidados a serem tomados e por aí vai. Vamos lá?

Como funciona o pagamento por aproximação?

O NFC combina vários protocolos de comunicação para a interação entre dois dispositivos a uma distância de até quatro centímetros. A tecnologia depende de uma conexão sem fio de baixa velocidade, feita para a transmissão de dados de pagamento.

Isso acontece por meio do “acoplamento indutivo”, com algoritmos de criptografia feitos para garantir a segurança das transações. A tecnologia é padronizada de acordo com os protocolos NFC.

O pagamento por aproximação funciona sem inserir o cartão na máquina ou digitar a senha. Basta aproximar e tudo é computado automaticamente. O processo também pode ser feito por celular (smartphone) ou relógio (smartwatch).

Por que vale a pena apostar no pagamento por aproximação?

No Brasil, as pessoas têm sido adeptas das novidades tecnológicas nas transações. Assim como o Pix, o pagamento por aproximação teve uma boa receptividade. Entre 2021 e 2022, o uso do modelo teve um aumento de 470%.

O crescimento da tecnologia entre 2020 e 2021 foi ainda maior: de quase 500%. A popularização de opções como cartões sem anuidade, smartwatches, carteiras virtuais e bancos digitais impulsionou esse crescimento.

A pandemia foi outro impulsionador do pagamento por aproximação, com as transações quadruplicando durante a período. Aqui, o incentivo ao distanciamento social e a prática de evitar o contato com as mãos fizeram a modalidade disparar.

Como usar o cartão por aproximação?

O pagamento por aproximação pode ser feito por cartão, smartwatch ou smartphone. Em todos, o procedimento é o mesmo: basta aproximar o dispositivo e pronto. Não há a necessidade de inserir senha quando o valor não é alto.

Aqui, a criptografia protege os dados dos usuários. Quando o processo acontece pelo celular, a tendência é ter ainda mais segurança, já que há a verificação por biometria ou por meio da senha do aparelho.

O pagamento por aproximação funciona para débito e crédito, variando de acordo com a instituição financeira. Nesse caso, o cliente comunica a forma de pagamento e o lojista configura o valor na máquina.

Quais os cuidados a serem tomados?

Para os lojistas, mostrar o preço digitado na tela, oferecer o comprovante de pagamento e a nota fiscal são atitudes importantes. Assim, o cliente tem acesso ao valor debitado ou creditado da conta e pode relacioná-lo com outros no extrato.

Isso acontece porque um dos golpes que se popularizou foi o ato de digitar um valor nas máquinas de pagamento e aproximá-las dos bolsos dos clientes. Essa é a razão pela qual há a exigência de senha em transações com valores altos.

Isso faz com que alguns clientes optem por deixar um valor de limite baixo. Por isso, pode ser que a senha apareça mesmo quando preços baixos forem transacionados. Alguns clientes também mantêm seus cartões em papéis laminados ou usam carteiras com materiais resistentes a radiofrequência.

Como funciona o pagamento por aproximação nas máquinas Granito?

Nas máquinas de pagamentos Granito, o processo é simples. Basta acessar a tela inicial e apertar o botão verde para dar início ao processo. Depois, você pode digitar o valor e apertar o verde novamente.

Em seguida, é preciso definir entre crédito e débito. Na máquina, vai aparecer escrito “aproxime, insira ou passe o cartão”. Aqui, o lojista vai precisar perguntar a forma de pagamento que o cliente prefere usar.

Caso seja aproximação, basta aproximar o cartão com a parte do chip voltada para a máquina. O processo é o mesmo quando feito com o cartão virtual, smartphone e smartwatch.

Como a máquina de pagamentos funciona?

Além do pagamento por aproximação, existem muitas outras coisas que uma máquina de pagamentos pode oferecer. Por exemplo, o uso de extratos para controle financeiro e a facilitação para pagar.

Uma das razões pelas quais a aposta faz sentido para os lojistas é a possibilidade de aumentar as vendas. A opção de crédito, por exemplo, pode fazer com que compras mais altas se tornem possíveis graças ao parcelamento.

Geralmente, as máquinas de pagamento dependem de uma conexão para funcionar. Ela pode ser cabeada ou sem fio. No segundo caso, você pode usar Wi-Fi ou dados móveis. Isso varia de acordo com o modelo.

Como escolher uma máquina de pagamentos?

Na hora de escolher uma máquina de pagamento, você pode conferir se o dispositivo é compatível com vários cartões, tem tecnologia para pagamento por aproximação e segurança para evitar os vazamentos de dados.

Você ainda pode levar em conta o valor que será desembolsado. Isso porque as mensalidades influenciam na lucratividade das vendas, e o ideal é pôr tudo na ponta do lápis. Ainda, procure levar em conta a tecnologia, já que ela influencia na comunicação dos dados.

Por fim, confira os prazos e as formas de recebimento. Algumas marcas trabalham com antecipação de recebíveis e permitem que você receba os valores das vendas com antecedência.

O pagamento por aproximação conseguiu ter uma ótima adesão por parte do público, sendo impulsionado pelos cuidados com a Covid. Mas as transações devem continuar em alta, por efeito da praticidade que a compra via aproximação promove.

Pouca coisa precisa ser adaptada na vida dos lojistas. O funcionamento do pagamento por aproximação é bem parecido com o da compra ao inserir o cartão. A diferença é que a opção de aproximação foi adicionada.

Mas e se a compra precisasse ser distribuída entre várias pessoas? É isso que a divisão de vendas oferece, um recurso também oferecido pela Granito. Descubra como funciona no nosso texto sobre o assunto!