Banner 5 Blog
TABLET Banner 5 Blog
MOBILE Banner 5 Blog

6 tendências de comportamento do consumidor para ficar de olho

tendencias de comportamento do consumidor granito pagamentos

Compartilhar:

Acompanhar o comportamento do consumidor é essencial para manter sua empresa alinhada às demandas e aos interesses da audiência. Tais cuidados interferem no percentual de fidelização da marca, no volume de vendas e, principalmente, no grau de satisfação dos consumidores.

Ao compreender os princípios e valores que norteiam as escolhas da audiência, sua marca consegue antecipar tendências, criar inovações de destaque e diferenciar-se da concorrência. Pensando nisso, organizamos um guia completo sobre quais fatores interferem no comportamento do público, além de apresentar as principais novidades que são tendência para os próximos anos!

Por que acompanhar o comportamento do consumidor?

Com o aumento da concorrência, é necessário pensar em estratégias cada vez mais eficientes para atender às demandas crescentes dos consumidores. Observar o comportamento individual permite o ajuste de produto, a criação de novos serviços e a elaboração de estratégias que marketing específicas para cada mercado.

Outro ponto importante de conhecer o comportamento do consumidor refere-se à personalização. Ao interagir diretamente com sua audiência, é possível adaptar as ofertas a interesses específicos, proporcionando uma experiência ainda mais relevante e satisfatória.

Na hora de realizar investimentos em inovação ou a aquisição de novos itens para o portfólio da empresa, vale a pena checar quais são as demandas emergentes do seu segmento, criando soluções ainda mais eficientes.

Além de afetar áreas de desenvolvimento, atendimento, gestão e finanças, o entendimento do consumidor também exerce um grande impacto nas estratégias de marketing. Ele ainda consegue orientar os investimentos, pois tais dados direcionam sobre quais canais são adequados para atingir o público-alvo.

Quais fatores interferem no comportamento do consumidor?

O comportamento do consumidor é impactado por uma série de fatores que influenciam sua decisão de compra. O primeiro aspecto a considerar é a cultura, pois normas culturais, valores, crenças e práticas podem afetar toda a percepção de uma pessoa. Preferências alimentares, de vestuário, identidade visual e estilo são alguns exemplos de como a cultura local impacta as escolhas de cada um.

O estágio de vida e o ciclo familiar são fatores diretamente ligados aos objetivos e às metas de um indivíduo. Enquanto as preferências e os desejos de um jovem são para determinado conjunto de bens; para pessoas em uma fase mais madura, podem ser adequados outros tipos de produtos.

A classe social, bem como as condições econômicas vigentes, também impactam o quanto as pessoas gastam de sua renda e o quanto desejam poupar. Além disso, indivíduos de classes diferentes tendem a ter demandas distintas. Portanto, vale a pena segmentar o público de maneira adequada.

Quais são as principais tendências de comportamento do consumidor?

Depois de entender quais são os principais elementos que devem ser considerados para mapear o comportamento do consumidor, vale a pena acompanhar tendências amplas e que se aplicam a diversos setores.

1. Consumo digital

O processo de transformação digital já está presente nos mais diversos setores, exigindo que as empresas se adaptem para essa modalidade. Isso significa possibilitar o processo de compra online por meio de lojas virtuais, sites ou marketplaces.

Um recurso importante para o consumo digital refere-se à aplicação de meios de pagamentos digitais, simplificando todas as etapas de compra do consumidor e oferecendo ainda mais segurança para as transações. Além disso, vale a pena investir na presença digital com foco na melhoria da experiência do cliente, seja por meio de blogs com conteúdos ricos, seja por redes sociais com materiais de valor.

2. Sustentabilidade

O debate quanto à sustentabilidade está impulsionando um comportamento de consumo consciente, por meio de marcas que oferecem escolhas éticas e alinhadas à preservação ambiental.

Isso inclui o desenvolvimento de Eco-friendly, em que todo processo produtivo foi feito com foco em uma produção sustentável. Contudo, vale o alerta de que a sustentabilidade deve ser considerada com tal enfoque quando a empresa, de fato, se preocupa com tais valores, pois a audiência normalmente requer informações mais transparentes sobre as práticas sustentáveis adotadas.

3. Consumo pelas redes sociais

Apesar de as redes sociais apresentarem um enfoque de relacionamento e descontração, esse é um espaço perfeito para apresentar produtos e serviços de uma maneira ainda mais atraente.

Plataformas como o Instagram e o Facebook podem ser utilizadas tanto de maneira direta nas páginas oficiais da marca, quanto no formato de parceria com influenciadores digitais relevantes para sua área.

4. Conexão com ambiente

Outra tendência que já está sendo implementada é a conexão do indivíduo com o ambiente. Como o meio digital já oferece muitas informações, as empresas podem criar uma experiência presencial diferenciada com enfoque nos diversos sentidos — especialmente aqueles que não se propagam no digital —, com o intuito de criar uma conexão emocional com o ambiente.

Também é esperada uma grande valorização de produtos regionais, com o enfoque na produção local. Esses elementos geralmente apresentam mais autenticidade, identidade cultural e qualidade diferenciada.

5. Humanização

A humanização, desde o atendimento até os demais aspectos de formação da empresa, é uma demanda crescente. Ela se traduz em uma experiência personalizada e com foco no pleno atendimento do cliente.

Além disso, há intensa preocupação em desenvolver conexões mais fortes com o público, seja por meio dos canais de atendimento, seja com as interações diretas nas redes sociais. Tudo isso contribui para o posicionamento da marca em torno da construção de um relacionamento significativo com a audiência.

6. Tecnologia Imersiva

Por fim, a última tendência que destacamos é a tecnologia imersiva. Diversas empresas têm adotado ferramentas de realidade virtual (RV) e realidade aumentada (RA) para aprimorar a experiência de compra e interação com produtos.

Por meio delas, é possível oferecer ao consumidor uma experiência incrível que vai encantá-lo e fidelizá-lo. Um exemplo em lojas de roupas é a possibilidade de incorporar provador virtual.

Ao avançar na compreensão do comportamento do consumidor, sua marca consegue alcançar um alto grau de engajamento com o público, essencial para manter bons resultados financeiros. No longo prazo, isso cria um ciclo positivo de investimentos e desenvolvimento de soluções ainda mais inteligentes para o público.

Gostou do nosso artigo? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e contribua para que outros empreendedores possam conhecer essas tendências!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.