BLOG

Tipos de cobrança: como cobrar e evitar inadimplência?

tipos de cobranca

Compartilhar:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter

A inadimplência é uma realidade que gera preocupações recorrentes nas empresas. Dessa forma, pensar sobre os tipos de cobrança e, sobretudo, as maneiras de reduzir esses índices se torna um exercício de grande importância para quem deseja evitar prejuízos e manter a sua competitividade no mercado.

Pensando nisso, elaboramos este post sobre os tipos de cobrança mais utilizados no mercado, e as principais práticas para diminuir a inadimplência dos clientes. Boa leitura!

Quais os principais tipos de cobrança para evitar a inadimplência?

O processo de cobrança é sempre um serviço delicado, que exige sensibilidade por parte da empresa para manter uma relação saudável com os clientes inadimplentes, que podem apresentar diferentes perfis. Assim, entender o meio adequado de cobrança em relação ao público é uma peça-chave para otimizar resultados. Confira os principais deles, a seguir.

Telefone

A estratégia do telefone é um dos tipos de cobrança mais comuns para entrar em contato com os clientes em inadimplência. As ligações são realizadas pelo setor especializado da empresa ou uma terceirizada, e têm o objetivo de informar sobre a pendência financeira do cliente, com o valor atualizado da dívida, ou seja, acrescido de multas e juros.

É um método capaz de alcançar um público bastante amplo, tendo em vista que a grande maioria da população possui aparelho de telefone ou celular. Porém, esse tipo de contato pode estar perdendo a sua efetividade, especialmente, porque as pessoas costumam rejeitar ligações de números desconhecidos.

Além disso, é um método que gera custos mais altos, se comparado às alternativas — os esforços para efetuar o contato também são maiores. O telefone pode ser interessante para empresas de pequeno porte, que têm uma lista menor de cobranças para realizar. No caso dos grandes empreendimentos, a tática pode valer a pena quando existe algum tipo de automação para as ligações de cobrança.

SMS

Outra forma de comunicação direta entre empresa e cliente inadimplente é o SMS, que consiste no envio de mensagens de texto via celular. Além de lembrar sobre o pagamento da dívida, o SMS tem funcionalidades adicionais, como o envio do código do boleto para pagamento, ou ser utilizado de forma preventiva, uma espécie de lembrete sobre a data de vencimento da dívida.

É uma ferramenta interessante para empresas de qualquer porte, uma vez que proporciona as seguintes vantagens:

  • operação de baixo custo;
  • possibilidade de automatização;
  • menos invasivo;
  • redução do atrito na relação com o cliente.

Terceirização de cobrança 

O processo de cobrança representa para as empresas o investimento em profissionais especializados e em toda a infraestrutura necessária para essa atividade. Logo, ao terceirizar esse tipo de serviço, a responsabilidade é transferida para a quem entende do assunto e já utiliza, na prática, as melhores estratégias para garantir resultados satisfatórios.

Existem, por exemplo, plataformas capazes de realizar auto negociação e recebimento dos valores devidos, que funcionam 24 horas por dia. A ideia da terceirização é otimizar custos e performance, além de permitir que o gestor foque os pontos mais importantes do seu negócio.

Correspondência

Outra maneira bastante comum, entre os tipos de cobrança dos clientes inadimplentes, é o envio de correspondências. Nesse caso, a carta cumpre a função principal de informar a pessoa sobre os detalhes da sua dívida, mas também pode ser acompanhada das condições de negociação ou de um boleto para o pagamento.

Embora o custo dessa operação seja relativamente mais caro, a correspondência tem o valor de uma prova documental — uma formalização da cobrança — que será bastante útil em caso de demandas judiciais ou extrajudiciais. Além disso, quando a carta é registrada, também é possível comprovar se o cliente recebeu ou não a comunicação.

Quais boas práticas podem ajudar nesse processo?

A inadimplência é um problema que pode acontecer por inúmeras razões. A boa notícia é que existem algumas boas práticas que não só contribuem para esclarecer o panorama da empresa, mas também, funcionam como medidas preventivas. Veja quais são elas.

Acompanhe os números

Quando o assunto é diminuir a inadimplência, é importante ter em mente que cada empresa tem características e necessidades próprias. Por isso, a eficiência das suas estratégias depende da clareza sobre suas finanças e eventuais falhas nos processos e tipos de cobrança.

Portanto, acompanhar os seus números de perto é um requisito fundamental para organizar a saúde financeira do negócio. Esse monitoramento é a base para descobrir as motivações por trás do não pagamento dos serviços, além de extrair insights para fortalecer sua atuação.

Ofereça uma área do cliente

Oferecer uma área do cliente para o gerenciamento da sua conta — necessidades cadastrais e financeiras — é sinônimo de redução de burocracia. A ideia é que ele consiga resolver suas pendências de uma forma muito mais acessível, como emissão de segunda via de boletos, alterar a forma de pagamento e consultar faturas. Tudo isso, em um único ambiente, de maneira ágil e intuitiva.

Facilite o pagamento

Não são raras as vezes em que o cliente quer realizar o pagamento de uma dívida, porém, a dificuldade em fazê-lo acaba levando à inadimplência. Assim, quanto maior for o leque de alternativas e as facilidades de comunicação com a empresa, maiores os índices de quitação das dívidas.

Nesse contexto, há clientes que vão preferir os boletos físicos, outros, que prezam pelas facilidades dos serviços de pagamento digital, como os do cartão de crédito. Então, contar com recursos que se adaptem a todos esses perfis e, acima de tudo, tragam facilidades para o processo de pagamento, reflete em impactos positivos para as finanças da empresa.

Manter a saúde financeira do negócio é um verdadeiro desafio. Por isso, a escolha dos tipos de cobrança, aliada com o investimento em tecnologias, tem um papel fundamental no combate à inadimplência. A Granito oferece soluções de pagamento personalizadas para ajudar você nessa missão.

Gostou das dicas? Agora que você conheceu algumas práticas que podem ajudar na gestão da inadimplência na sua empresa, aproveite para seguir a Granito nas redes sociais — Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn — e ficar por dentro das melhores ferramentas para seu negócio!

Artigos mais lidos

Tópicos

Granito, a máquina certa
para seu negócio

Receba os conteúdos da Granito

Fique por dentro de todos os conteúdos em primeira mão!

Sem spam. Desinscreva-se a qualquer momento.